Céu e mar

Fui ao topo e amei
essa tua maciez,
arrepios esguios
entre minhas mãos.
É pura verdade,
fui como ébrio
ao teu cabelo,
cheiroso de desejo,
testemunha de
nossa paixão.
É pura a verdade,
pois estou cativado,
pelo toque delicado
de amor absoluto,
no mais lindo encontro,
no exato ponto, onde,
sob as águas do mistério,
nos amamos submersos,
afogados na emoção.

(Roldan Neto)

fonte da imagem: post do autor em sua página do Facebook

Clique para conhecer mais trabalhos do autor em sua página “Poesia Estruturada”, no Facebook.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s