Igualdade?

O dia a dia é a luta
A batalha a ser vencida
Sobreviver uma disputa
Uma guerra ensandecida.

Ser lembrado é um privilegio
E ser esquecido uma realidade,
Só não ensinaram no colégio
Como entender esta verdade.

Mas que colégio freqüentamos?
Qual a educação que tivemos?
Só se forem as ruas por onde andamos
Ou as dificuldades que vivemos.

Já quis que me estendessem a mão
Ou que minha voz tivesse eco
Hoje já não cobro nem compreensão
Já me bastam as migalhas do castelo.

Seria utopia o mundo sem mazelas
Mas já não seria nada mal
E a vida muito mais bela
Se tudo fosse um pouco mais igual.

Para o engravatado ou o menino sonhador
Que por hoje esquece a própria fome,
O frio, o abandono e a sua dor
Para lembrar um pouco dos caminhos do homem.

(Marcio Muniz)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s